Cultura

Cultura do Catar | Características, costumes e tradições

A cultura do Catar pode parecer bem diferente, especialmente quando comparada ao modo de vida do Ocidente. Acontece que muitas de suas leis, costumes e tradições são baseadas no Islã! Sendo assim, o Catar é um país que oferece um tipo de turismo diferente e polêmico, pelo fato de terem certas proibições e atitudes que podem ser rechaçadas ou difíceis de entender para alguns turistas.

No entanto, os locais a visitar no Catar são maravilhosos e, no meio de toda a polémica que a sua cultura suscita, podemos encontrar valores encantadores. O Catar foi escolhido para sediar a Copa do Mundo de Futebol em 2022, o que provocou um aumento do turismo e possivelmente se estenderá pelos próximos anos. 

Se você é um peregrino e está ansioso para conhecer o Catar, confira nosso artigo e saiba mais sobre a cultura e os costumes deste país.

Cultura do Catar
Cultura do Catar – Tradições e Costumes – Blog Criativa

Características da cultura do Catar

Gastronomia catariana

A gastronomia do Catar se destaca por utilizar uma grande variedade de temperos, o que também é bem comum na cultura indiana. Além disso, utilizam muito em seus pratos ingredientes como cebola roxa, beringela, grão-de-bico, borrego e peixe

Para uma experiência completa, sugerimos que visite um dos restaurantes locais, onde poderá pedir pratos como o Majboos ou o Kabsa, um dos mais populares, servido à base de arroz branco.

Por outro lado, acredita-se que o eish saraya, uma espécie de delicioso bolo de queijo e creme, seja uma sobremesa derivada da comida típica egípcia, mas foi adaptada com ingredientes do Catar. É comum o eish saraya estar presente em grandes comemorações. 

Também não pode deixar de experimentar o hamour, peixe típico local que é preparado em guisado ou frito.

Leia também: Comida Típica Croata – 10 pratos tradicionais

Cultura do Catar

Sociedade no Catar

A sociedade catariana é bastante curiosa, pelo fato de ter um grande número de migrantes. De fato, algumas estimativas afirmam que apenas cerca de 10% nasceram neste país. O restante vem de países como Índia, Paquistão, Bangladesh, Nepal, Sri Lanka. Ou, pelo menos, sua ascendência é dessas nações.

Sua sociedade é bastante fechada e centrada em leis rígidas que, em algumas ocasiões, podem ir contra os direitos humanos, se julgadas a partir de uma perspectiva ocidental. 

Por outro lado, as mulheres na cultura do Catar têm vidas dominadas quase inteiramente por homens. Fato é que a mulher não pode exercer nenhuma atividade se não tiver autorização de um responsável: pai, irmão ou marido, se casada.

A esse respeito, a organização Human Rights Watch, em relatório sobre a sociedade do Catar, explica:

A TUTELA MASCULINA REFORÇA O PODER E O CONTROLE DOS HOMENS SOBRE A VIDA E AS ESCOLHAS DAS MULHERES. E PODE ENCORAJAR OU FACILITAR A VIOLÊNCIA, DEIXANDO AS MULHERES COM MENOS OPÇÕES VIÁVEIS ​​PARA ESCAPAR DO ABUSO NA FAMÍLIA OU POR SEUS MARIDOS.

Por outro lado, as mulheres não podem tomar decisões sobre os filhos. Também não podem se divorciar, apesar de haver casos registrados, isso acontece em uma porcentagem excessivamente baixa. A violência doméstica e sexual também está bastante normalizada. Outro fato que você talvez não saiba é que a mulher não pode recusar ter relações sexuais com o marido, sem motivo legítimo.

No caso dos homens é o contrário, pois eles podem viver como quiserem. Suas leis não são tão fortes e eles podem se casar com quatro mulheres simultaneamente. O que é estritamente proibido é pertencer à comunidade LGBTIQ, no Catar você deve ser heterossexual e cisgênero, caso seja provado o contrário, pode ser punido com prisão, chicotadas ou morte.

Língua falada no Catar

A língua oficial do Catar é o árabe. No entanto, uma parte de sua população também fala inglês, francês, hindi, urdu, tagalo, malaio, nepalês e baluchi.

Vestimentas no catar

O dress code é um dos costumes mais arraigados do Catar e dificilmente passará despercebido. Se você já viu moradores de lá na copa do mundo, deve ter observado as roupas utilizadas por eles.As mulheres devem manter os cabelos presos com um cocar chamado shayla ou nijab. 

LEIA TAMBÉM:   Verdade ou desafio: 50 perguntas quentes para apimentar o jogo

Além disso, elas usam, na maioria das vezes, um vestido preto chamado abayaa. Algumas mulheres só deixam os olhos descobertos e para se cobrirem completamente usam o niqab, fazem isso quando são mais velhas.

No caso dos homens, o código de vestimenta exige que eles usem uma roupa branca folgada na altura do tornozelo e mangas compridas. Isso é conhecido por vários nomes: kandurah, thawb ou thobe

Na cabeça usa uma túnica que pode ser de tecido branco ou vermelho e branco, segurada pelo agal, uma corda preta.

Cultura do Catar

Música do Catar

A cultura beduína, típica dos árabes nômades que habitam os desertos do Oriente Próximo, a península arábica e o norte da África, é a que mais influenciou a música e os ritmos do Catar. Assim, os instrumentos musicais mais populares são os pandeiros, al-ras, o alaúde árabe, a flauta árabe e o rebab. Já do seu lado, a música predominante é conhecida como Khaliji, embora o Fann at-Tanbura também seja frequentemente ouvido em rituais de dança e em momentos mais espirituais.

Religião no Catar

A religião que predomina no Catar é o Islã, e há algumas curiosidades sobre a fé e as tradições deste país que quase ninguém conhece. Aqui estão alguns fatos curiosos sobre a religião no Catar que talvez você não saiba:

Wahhabi Islam é a forma mais difundida do Islam no Catar. Essa forma puritana do Islã é considerada conservadora e conhecida por sua abordagem estrita da fé.

A Mesquita do Sultão Al-Khalifa é uma das mesquitas mais antigas e sagradas do Catar. É considerada uma das mais belas e majestosas mesquitas do Oriente Médio e um importante local de peregrinação para muitos muçulmanos.

O Catar abriga alguns dos museus islâmicos mais importantes do mundo, incluindo o Museu Islâmico do Catar e o Museu Nacional do Catar. Esses museus abrigam uma vasta coleção de artefatos e objetos relacionados ao Islã e são um importante centro de pesquisa e preservação da cultura e história islâmicas.

O Catar é um dos poucos países do mundo que possui uma lei que proíbe a construção de igrejas e sinagogas. No entanto, existem pequenas comunidades cristãs e judaicas no país que podem realizar seus rituais em áreas isoladas.

10 costumes e tradições do Catar

1. Entrada nas mesquitas

Se você visitar qualquer um dos países do Oriente Médio, certamente desejará visitar suas mesquitas e é que tanto o interior quanto o exterior possuem muitas coisas interessantes para se observar. Alguns até têm arquiteturas que parecem ser tiradas de um sonho.

Porém, no Catar esses espaços são reservados para quem pratica o Islã . Portanto, você só pode participar dos passeios da Mesquita da Cidade da Educação e da Mesquita Nacional Muhammad Ibn Abdul Wahhab. Claro, planeje com antecedência, pois o fluxo de turistas geralmente é elevado.

2. Interações sociais

As interações sociais com mulheres são proibidas na cultura do Catar. Você pode cumprimentá-las com um breve aceno ou aceno de cabeça, mas é melhor ter cuidado. Também não pode sentar ao lado delas ou estender a mão na hora do cumprimento.

3. Ramadã

O Ramadã é uma das tradições mais importantes celebradas no Catar. É um momento onde predominam a abstinência, a caridade, a reflexão e a espiritualidade. Desta forma, no Catar esta é uma época mágica e haverão decorações por todo o país.

Os habitantes deste país se abstêm de comer e beber do nascer ao pôr do sol. Como regra geral, o Ramadã é celebrado no nono mês do calendário lunar islâmico. Mas, no Catar, o Comitê de Observação Lunar do Ministério de Doações e Assuntos Islâmicos (AWQAF) é quem declara o início e o fim do mês sagrado.

O fim do jejum é marcado com um canhão do Ramadã. Todos o ouvem e sabem que é hora de comer! Este tiro de canhão é transmitido ao vivo pela Catar TV e você pode assisti-lo ao vivo no Souq Waqif, Katara, Grande Mesquita Muhammad Ibn Abdul Wahhab ou Souq Al Wakra. Depois, faz-se um banquete que se partilha com os amigos ou com os mais pobres.

LEIA TAMBÉM:   As 10 bibliotecas mais bonitas do mundo

4. Garangão

Você sabia que a cultura do Catar tem um momento especial para as crianças durante o Ramadã? É sobre o garangão, ele é realizado no 14º dia do Ramadã e é uma forma de reconhecer o esforço que as crianças fazem durante o jejum

Para isto, são distribuídos no Garangão, saquinhos com nozes, doces e sementes açucaradas. Só eles podem comer! É uma atividade importante que acontece entre todas as famílias. As crianças costumam cantar Gara, que se assemelha ao som que duas coisas fazem quando colidem.

5. Hospitalidade no Catar

A cultura do Catar é conhecida por ser bastante hospitaleira. Se você se adaptar ao estilo de vida deles e respeitar sua cultura, eles provavelmente lhe servirão chá com tâmaras. É um infalível! No caso particular das tâmaras, são uma fruta chave na economia e cultura milenar do Catar. 

Este país é o décimo sexto maior produtor de tâmaras do mundo. Para conhecer sua importância, você pode visitar a cidade de Al Zubarah, onde aprenderá tudo o que precisa. Não hesite em tentar se adaptar a hospitalidade deles. Ah e apenas um detalhe: Se eles te oferecerem, não rejeite, porque você estaria sendo rude.

Como símbolo de hospitalidade, costumam também dividir um café árabe com seus convidados; uma bebida aromática tingida de ouro comumente chamada de qahwa. O ritual de preparo desse café é muito respeitado pelos mais velhos!

Por outro lado, o bukhoor ou incenso ardente é obrigatório. Com um mabkhara ou queimador de incenso, toda a casa e as roupas são perfumadas. E, além disso, algumas famílias têm o costume de impregnar os convidados com essa fumaça como sinal de boas-vindas.

6. Dia Nacional do Catar

Todo dia 18 de dezembro é comemorado o dia nacional do Catar, também chamado de Dia do Fundador. É um dia onde é lembrado quando Sheikh Jassim Bin Mohammad Bin Thani, um jovem cheio de sabedoria, prudência e generosidade, sucedeu seu pai como líder das tribos do Catar. 

Este dia é uma lembrança da unificação do país em 1878. Durante este dia, os símbolos nacionais são expostos com emoção. Além disso, corridas de camelos ou cavalos são realizadas.

7. Aid al Fitr

Ocorre no primeiro dia do décimo mês do calendário lunar islâmico. É um feriado nacional, onde o comum é que comércios e escolas fechem para que todos possam comemorar com seus familiares. 

Geralmente há muitas atividades interativas, então as famílias sempre têm algo para fazer. Além disso, durante o Eid al Fitr, são feitas doações e obras de caridade. Esta celebração é traduzida como um festival de quebrar o jejum.

8. Aid al Adha

É feito no 10º dia do último mês do calendário lunar islâmico. O que ele é? É uma peregrinação anual a Meca, mas nem todos são obrigados a fazê-la. Começa com as orações da manhã, seguidas de um banquete e troca de presentes. 

Durante o Eid al Adha, as crianças recebem Eidiyah, ou seja, uma pequena quantia em dinheiro. Os animais são frequentemente abatidos e sua carne compartilhada entre amigos e familiares. As principais atividades do Aid al Adha ou banquete de sacrifício acontecem no Parque Katara e Aspire.

9. Dia Nacional do Desporto

O Catar nos últimos anos vem se abrindo para o esporte. A falcoaria, as corridas de cavalos e camelos existem há milhares de anos e têm milhares de seguidores, no entanto, também houve um aumento expressivo em outros esportes como futebol, golfe, vôlei e tênis, conhecidos como esportes modernos. 

Portanto, desde 2012 no Catar é comemorado o dia nacional do esporte. Quando? A segunda terça-feira de fevereiro de cada ano.

Cultura do Catar

10. Os Majlis

Na cultura do Catar existe um lugar conhecido como Majlis. Estes são locais destinados a homens para discutir questões urgentes! Também é útil para os visitantes evitar as partes mais privadas da casa

As mulheres não são permitidas nessas reuniões. De fato, outro dos costumes do Catar é que as mulheres sejam separadas dos homens, principalmente se tiverem um visitante que não pertença à família.

LEIA TAMBÉM:   As 7 festas mais loucas do mundo

O que você NÃO deve fazer no Catar

Você não pode beber álcool

O Catar é um país com tolerância zero no que diz respeito ao consumo de bebidas alcoólicas e drogas. Estar bêbado em público é crime! Existem lugares para consumir álcool? Sim, mas só pode ser consumido em alguns restaurantes e hotéis, além do alto preço das bebidas alcoólicas no país.

Eles também são bastante rigorosos quando se trata de drogas e uso de medicamentos. Portanto, se você viajar para o Catar, o ideal é trazer um laudo médico, faça-o, mesmo que considere que seu medicamento é de venda livre. Evite um confronto com as autoridades do Catar!

Sem demonstrações de afeto

Se você vai fazer a viagem na companhia de seu parceiro, mas não é casado, não poderá compartilhar um quarto de hotel. Isso ocorre porque a maioria dos hotéis exige certidão de casamento para hóspedes de todas as nacionalidades

Você também não pode abraçá-lo (a) ou beijá-lo (a) na rua! Além disso, você deve ter cuidado se tiver uma vida sexual ativa sem ser casado, pode pegar até sete anos de prisão!

A sigla LGBTIQ e suas simbologias é expressamente proibida

As pessoas LGBTIQ podem viajar para o Catar e conhecer seus principais pontos de interesse. No entanto, eles não podem usar a bandeira do orgulho gay ou qualquer roupa que faça alusão a ela. É totalmente proibido! Ser gay é condenado à morte ou a mais de uma década de prisão.

Não se vista com decotes

O Catar tem uma forte cultura islâmica, por isso é necessário seguir um código de vestimenta modesto. As mulheres não devem mostrar muita pele, então mantenha seus ombros, braços e joelhos cobertos. Os homens, por sua vez, podem usar calça comprida e camisa.

Você não pode ser rude

Uma das coisas que não é bem aceita no país são os maus tratos, então o melhor é sempre cumprimentar os moradores antes de iniciar uma conversa. Por sua vez, é recomendável não sentar de costas para o dono e não mostrar as solas dos pés. 

Outra coisa a considerar é que cumprimentar e comer com a mão esquerda é visto como ato ofensivo, pois os catarianos reservam essa mão para a higiene pessoal. No entanto, vale lembrar que educação e não ser rude devem prevalecer em todos os países.

Você não pode tirar fotos livremente

Os visitantes poderão tirar fotografias para recordar, mas tendo em conta uma série de regras. Em primeiro lugar, é proibido tirar fotos de mulheres muçulmanas, pois isso é considerado um comportamento ofensivo. 

Você também não pode tirar fotos de instalações militares, prédios governamentais ou mesquitas. Da mesma forma, na maioria dos monumentos é proibido entrar com câmeras ou tripés profissionais ou semiprofissionais.

Cuidado com alguns itens

Armas, bebidas alcoólicas, produtos ou derivados de carne suína, cigarros eletrônicos, livros religiosos, fogos de artifício, estão proibidos de entrar no Catar. Antes de viajar, consulte sua companhia aérea e leve apenas itens essenciais.

Sem gritos ou palavrões

Este país tem uma lei que pune a blasfêmia e a profanação que não respeita lugares e símbolos sagrados. Você não pode gritar na rua, especialmente se forem palavrões ou ofensas. Na cultura do Catar, esses atos podem significar uma multa de até US$ 800.

Muito se tem falado sobre as restrições que a cultura do Catar possui. No entanto, ainda é um destino interessante para visitar. O que recomendamos é que você pesquise bastante e não acredite em absolutamente tudo que é dito, pois suas leis e crenças muitas vezes são mal interpretadas.

O Catar é um país muito interessante e com muito o que fazer, por isso é melhor ter a mente aberta, respeitar a cultura e as leis locais para que você possa aproveitar ao máximo essa experiência. 

Conheça também outras culturas pelo mundo:

Cultura da Grécia – Tradições, Costumes e Características

Share this post

About the author

Compartilho aqui as minhas aventuras e também muitos lugares que gostaria de visitar ao redor do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *