Tomando calma no Tour du Mont Blanc – Blog de viagens de Rick Steves


Embora o Tour du Mont Blanc seja exigente, não é uma caminhada particularmente difícil. É apenas longo, com muitos ganhos e perdas de altitude, e sempre cênico. Na minha recente caminhada pela montanha com três amigos, parecia que cada um de nós tinha um ponto fraco: joelhos, dedos dos pés ou pulmões. Para alguns, o desafio era a subida, e para outros (com joelhos fracos), era a descida. Nós apenas pegamos leve, com muitas pequenas pausas.

David, Sue, Shelley e eu compartilhamos toda a caminhada no Mont Blanc. Mas, para podermos seguir nosso próprio ritmo, geralmente achamos melhor caminhar em casal do que em quarteto. É muito importante poder parar e descansar sem se preocupar com o que os outros querem ou precisam. Nosso mantra era: “Estamos aqui para caminhar – para aproveitar o momento, a trilha, as montanhas – não para correr até o hotel”.

Para subidas longas, degraus menores e constantes são os melhores. A trilha pode ser muito rochosa e não consigo imaginar fazê-la sem bastões de caminhada. A sinalização da trilha era ótima e os aplicativos facilitavam a permanência na trilha: basta seguir o ponto azul. E aproveitei bem um mapa impresso de alta qualidade. (Eu passava um tempo na noite anterior lendo sobre a caminhada e me familiarizando com a trilha no mapa.)

Embora a previsão do tempo parecesse ameaçadora, caminhamos seis dias (em setembro, durante a última semana da temporada) e, felizmente, tivemos apenas uma hora de chuva. Ainda assim, todos os dias levávamos capas de chuva e adicionávamos e retirávamos camadas à medida que ganhávamos e perdíamos altitude. Depois de quatro dias, resolvemos o problema e ocorreu a nós, iniciantes: “Estamos ficando bons nisso”.

Enquanto caminhávamos em um grande círculo ao redor de um grande aglomerado de montanhas e dormíamos em cidades charmosas todas as noites, todos os dias pareciam estar no alto de uma passagem montanhosa assustadora. Um deleite noturno era um passeio sob um manto leitoso de estrelas.

Estarei compartilhando mais fotos, histórias e dicas do Mont Blanc na edição de 29 de novembro da Monday Night Travel. Quer vir junto? Registrar agora para esta diversão – e grátis! – evento.



Share this post

About the author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *